Diogo Corrêa

Diogo Corrêa atualmente faz um doutorado em co-tutela no Instituto de Pesquisas Social e Política da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IESP-UERJ) e na École des Hautes Études en Sciences Sociales sob a orientação de Frédéric Vandenberghe e Daniel Cefaï. Fez um período sanduíche na École des Hautes Études en Sciences Sociales no Grupo de Sociologia Pragmática e Reflexiva (GSPR) sob a co-orientação de Francis Chateauraynaud. Tem como principais diretrizes teóricas de pesquisa a sociologia pragmática francesa e o pragmatismo filosófico americano. Na tese, faz um trabalho etnográfico de acompanhamento de convertidos à Assembléia de Deus na favela Cidade de Deus.

Alguns textos disponíveis:

Do problema do social ao social como problema: elementos para uma leitura das “novas sociologias” contemporêaneas

Resenha do livro de Luc Boltanski, De la critique: précis de sociologie de l’émancipation (Paris: Gallimard, 2009)

Resenha do livro de Bruno Latour, Cogitamus: six lettres sur les humanités scientifiques (Paris: La découverte, 2010)

Traduções

Tradução do artigo de Francis Chateauraynaud, L’épreuve du tangible. Expériences de l’enquête et surgissements de la preuve, in: La croyance et l’enquête, Raisons pratiques, vol. XV, EHESS, Paris, 2004.